Sejam Bem-vindos Ao Meu Blogue!

Escrever é muito mais do que uma mera paixão, é uma parte de mim!
Na poesia, os pensamentos, as ideias e as emoções ganham vida própria, deixam de ser uma parte do autor e rompem a fronteira do "eu" , abraçando, assim, outras realidades, outras vidas.
Nélson J. Ponte Rodrigues

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Molesta-te Incessantemente ou Liberta-te!

A maior virtude do ser humano é a sua capacidade de se autorregenerar. O corpo fá-lo facilmente, a mente não. Todos os dias o nosso corpo combate agressões externas. No entanto, as feridas que permanecem invisíveis perante os olhos dos outros não se cicatrizam facilmente e tão depressa infelizmente. A deceção enrijece o coração e, geralmente, torna-nos mais ásperos, caprichosos e até egoístas. 

Vale a pena lutar? Sim!
Acreditar na bondade genuína e sinceridade das pessoas é cada vez mais difícil. Enquanto há vida, há esperança... (dizem)
A resiliência não é uma qualidade intrínseca, adquirida à nascença; esta desenvolve-se, alimenta-se ao longo da nossa vida. Só após uma enorme ou inúmeras deceções, aprendemos a ser autossuficientes. E o amor? Onde se encontra a célebre alma gémea? Não sei! (confesso)
A solidão, pelo menos, nunca nos abandona ou trai... Quem aprecia a sua própria companhia, não se contenta com sombras... Ainda há amor? Há! Muito amor centrado na própria existência. 
A vida começa a dois e deveria terminar assim. Deveria...
Por outro lado, outros sujeitam-se a tudo em prol de uma felicidade moribunda ou falaciosa. Poucos ousam reconhecer o fracasso como seu... Errar! Quem? Eu?
Quantas derrotas tive eu de testemunhar para, mais tarde, abraçar a vitória? Quem se satisfaz com pouco, nunca será muito (em nada). Contudo, é fulcral avaliar bem o que / quem se tem, antes de partir numa nova jornada. A felicidade implica sensatez e amor-próprio q.b. 
A condescendência exarcebada enfraquece a nobreza do ser que a carrega. 
Viver implica, assim, sapiência que muitas vezes advém do conhecimento empírico. 
Ama-te ou aniquila-te de uma só vez! Quem não se ama, não merece a vida que lhe foi conferida. 
Aqueles seres que romperam corações outrora ingénuos, mereciam uma pena num ergástulo, cárcere... A vida teria muito mais encanto se as pessoas soubessem amar, valorizar o que está certo.

Nelson José Ponte Rodrigues
20-02-2017


Sem comentários:

Enviar um comentário